Acerca de mim

A minha foto
A Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas de Resende (antes denominada BE do AVEResende) era constituída, no ano letivo de 2009/2010, pela Biblioteca do Centro Escolar de S. Martinho de Mouros (BCESMM) e pela Biblioteca Dr. Joaquim Correia Duarte (BJCD). No ano letivo de 2010/2011, a BE ficou enriquecida com a Biblioteca do Centro Escolar de Resende (BCER). Em 2011/2012, com a junção de escolas, o Agrupamento de Escolas de Resende passou a ter, com a BEgas (Biblioteca da Escola Secundária), quatro bibliotecas em funcionamento. Atualmente, e desde 2013/2014, a BE é formada por mais uma biblioteca, a do Centro Escolar de S. Cipriano (BCESC). Constituem objetivos principais da BE: disponibilizar recursos e serviços, para todas as escolas do agrupamento, e fomentar, entre estas, o diálogo e a cooperação, em parceria com as entidades locais, de modo a contribuir para a consolidação da Rede de Bibliotecas Escolares; Promover o serviço de marketing da BE.

terça-feira, 7 de dezembro de 2021

Fantástico presépio na EB2

      Muitos parabéns, às turmas do Sr. professor Marinho, pelo original e artístico presépio criado com materiais recicláveis, nas aulas de Educação Tecnológica!




segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

Intercâmbio Erasmus+, na BEgas





A Natureza no Mundo

 


     Muito agradecidos, senhor prof. Paulo Pinto, pela gentil oferta da criativa obra fotográfica de homenagem à Natureza, da qual é coautor!

     Que esta seja a primeira de muitas participações com êxito no mundo editorial e que, como tão bem partilha, "sejam estas imagens uma forma de despertar consciências para que o futuro nos continue a surpreender"!

A PB, Minervina Dias

Ler a crescer com os meninos da educação pré-escolar do CESMM




      

     Muitos parabéns, a todos!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

Comemoração do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, na EB2 e no CER









Texto/resumo criado pelos alunos da turma R3, sob a orientação do Sr. Prof. Zé Rui

      No dia 3 de dezembro, comemora-se o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. As Nações Unidas estabeleceram esta data em 1992, para o dia ser assinalado anualmente, em todo o mundo. Este dia tem como objetivo a mobilização para a defesa da dignidade, dos direitos e do bem-estar, para que se crie um mundo mais inclusivo e equitativo para as pessoas com deficiência.

           Assim, a Biblioteca do Centro Escolar de Resende, em parceria com a disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, comemorou a data com uma  atividade que se centrou na leitura de uma história do livro da autora Manuela Mota Ribeiro, "O poder de uma Boa Ação”, seguido de uma linda e bela melodia apelando à transformação do mundo, através do toque no coração, naquilo que é mais profundo…

  O tema abordado e comemorado (Diferença/Atenção ao outro) mostra-nos que um sorriso tem mais impacto do que uma mancha na face, que uma boa ação tem um enorme poder transformador e que devemos estar atentos ao Outro, pois daí advirá um mundo melhor. Mostra-nos também que existem diferentes modos de reagir a determinadas situações, dependendo da forma de pensar e do conceito que cada um tem de si próprio.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

Comemoração do Dia da Restauração da Independência de Portugal, no CER





 

DISCURSO DE UM ALUNO DO 4.º ANO

- Colegas, depois da palestra dada pelo senhor professor Zé Rui, da Biblioteca do Centro Escolar de Resende, e da visualização do livro intitulado “Da queda à restauração da independência”, digitalizado e realizado por alunos do 4.º ano, ficámos a saber que, se hoje somos portugueses e se Portugal é um grande país considerado a nível mundial, devemo-lo aos heróis que, no dia 1 de dezembro de 1640, conseguiram expulsar o domínio espanhol de Portugal. 

Explico: 

O Dia da Restauração da Independência é a designação atribuída ao golpe de estado revolucionário que teve lugar na História de Portugal, no dia 1 de dezembro de 1640, com o objetivo de pôr um ponto final na governação filipina.

Problemas de sucessão do reino, após a inesperada morte do rei de Portugal, D. Sebastião, na batalha de Alcácer-Quibir, Portugal viveu, durante 60 anos, de 1580 a 1640, um período que ficou conhecido como Domínio Filipino. 

Depois do reinado de Filipe I, sucedeu a governação de Filipe II, seguido do seu filho Filipe III de Portugal. Estes reis governaram Portugal e Espanha, em simultâneo, como se se tratasse de um só reino. 

Aproveitando a ausência de Filipe III, que se encontrava em Madrid, no dia 1 de dezembro de 1640, os Restauradores prenderam a Duquesa de Mântua, regente na ausência do rei, e o traidor português, Miguel de Vasconcelos. Este seria morto a tiro e atirado da janela do Paço da Ribeira.

Depois de restaurada a independência, D. João IV, Duque de Bragança, constituiu-se como o novo rei português. Deu-se, assim,  início à quarta e última dinastia portuguesa - a dinastia de Bragança.

E foi assim que a partir daí Portugal manteve, até hoje, a independência. Ou seja, os espanhóis reconheceram a Portugal o poder de um verdadeiro país, Portugal.

- Não é assim, professor? Falei certo?

- Sim, falaste muito bem e acertado.

- Então, VIVA PORTUGAL!!!...

Foi assim que, a partir daí, Portugal manteve, até hoje, a independência. Ou seja, os espanhóis reconheceram Portugal um verdadeiro país.

terça-feira, 30 de novembro de 2021

Dia Mundial da Luta contra a SIDA - 1 dezembro

     Muitos parabéns, à turma 3D e à senhora professora Elisete, pela partilha da informação (exposta na BEgas) subordinada à temática do HIV.